Operação do Gaeco mira suposto esquema entre médicos e empresários para furar fila do SUS


O Gaeco deflagrou uma operação na manhã desta segunda-feira (10), que mira um suposto esquema de propina entre médicos e empresários para furar a fila do SUS. Há 12 mandados de prisão temporária e 45 de busca e apreensão sendo cumpridos no Paraná. A ação foi batizada de “Mustela” em alusão ao gênero de mamíferos que inclui animais conhecidos como furões. As informações são de Diego Ribeiro da RPC/G1-PR.

O gabinete do deputado estadual Ademir Bier (PSD), na Assembleia Legislativa, em Curitiba, está entre os alvos. O Gaeco chegou ao local por volta das 7h. Contudo, até o momento, não se sabe qual é o envolvimento dele no caso. Como Ademir Bier não foi reeleito nas últimas eleições, o mandato do deputado acaba no fim deste ano. Outros alvos são o Hospital Regional de Campo Largo, na Região Metropolitana da capital paranaense, e a empresa Solumedi, em Curitiba.

link matéria

https://g1.globo.com/pr/parana/noticia/2018/12/10/operacao-do-gaeco-mira-suposto-esquema-entre-medicos-e-empresarios-para-furar-fila-do-sus.ghtml

Notícias recentes

Compartilhar